Sobre o Centro

O Centro de Pesquisa Aplicada em Bem-Estar e Comportamento Humano (CPBEC), tem como principal objetivo promover pesquisas sobre o bem-estar psicológico, abordando aspectos como emoçoes positivas, intervenções comportamentais, e a base neural de processos sociais e afetivos. Os estudos são desenvolvidos no contexto interdisciplinar, integrando psicologia, neurociência e ciências da saúde, tendo também interseções com outras áreas como Ciências Sociais e Humanas Aplicadas.

O CPBEC é o primeiro Centro do Brasil com esta temática e objetivos e foi criado em 2016. Por meio de financiamento público-privado que envolve agências de fomento à pesquisa, os projetos têm como financiadores: a Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (FAPESP), e Natura Cosméticos. Na esfera de Universidades, os projetos são compostos por instituições renomadas e de prestígio nacional e internacional como a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e a Universidade Presbiteriana Mackenzie (Mackenzie). Emma Otta (USP) é Diretora, e Patrícia Tobo (Natura) é Vice-Diretora do CPBEC.


O Centro de Pesquisa Aplicada em Bem-Estar e Comportamento Humano atua em três grandes frentes: Pesquisa, Transferência de Tecnologia e Difusão do Conhecimento.



Imagem_Pesquisa_Gemeos
Imagem_Pesquisa_Gemeos


Pesquisa


As atividades de pesquisa do Centro ocorrem a partir do conceito de Redes Colaborativas. A organização do portfólio de pesquisa é realizada através de projetos temáticos. Entre os projetos do atual Ciclo de Trabalho estão as temáticas:


  • Indicadores de Bem-Estar da população brasileira;
  • Desenvolvimento e validação das escalas de autorrelato, desenvolvimento de medidas comportamentais e psicofisiológicas;
  • Neurociência afetiva na compreensão da interação humana;
  • Programa de Bem-Estar nas escolas;
  • Estudo de Bem-Estar em gêmeos.



Imagem_Transferencia_Tecnologia_Make_up
Imagem_Transferencia_Tecnologia_Make_up



Transferência de Tecnologia


O Centro dispõe de uma Coordenação de Transferência de Tecnologia, dado que os resultados de pesquisa têm o potencial de gerar conhecimento e tecnologias capazes de contribuir com o desenvolvimento socioeconômico. Cabe a esta frente planejar, organizar, gerenciar e controlar todo o processo que envolve Transferência de Tecnologia e inovação, incluindo proteção intelectual e modelos de parceria entre as organizações que compõem o Centro, tanto interna, quanto externamente.

De forma específica, junto aos projetos do Centro as atividades nesta área estão alicerçadas em um modelo constituído em quatro etapas:


  • Descoberta;
  • Avaliação de Tecnologia;
  • Aplicação;
  • Divulgação.


Na Coordenação, Profa. Dra. Luciane Ortega e Dra. Flávia Oliveira do Prado (Agência USP de Inovação) e na Vice-Coordenação, Leonardo Garnica (Natura).



Imagem_Educacao_Difusao_de_Conhecimento
Imagem_Educacao_Difusao_de_Conhecimento



Educação e Difusão de Conhecimento


Esta coordenação foi criada com o objetivo de aumentar o impacto do Centro e levar os resultados de pesquisa desenvolvidos às organizações e pessoas para as quais se destinam estas aplicações. A área atua com a proposta de criar um conjunto procedimentos e ferramentas tendo em vista a transparência nas atividades de pesquisa desenvolvidas, contribuindo assim, para:


  • Criação de uma cultura de compartilhamento de conhecimento entre os membros;
  • Promoção de canais efetivos e estratégias de troca de informações;
  • Divulgação dos resultados das pesquisa junto à sociedade;
  • Proposição de ações formativas.


Tais contribuições estão estruturadas em dois eixos: o da Comunicação Interna, voltada aos membros do Centro, e a Comunicação Externa, com foco na relação entre o Centro e a sociedade.

Coordenação: em definição.

Vice-coordenação: Leonardo Garnica (Natura)


Governança - Institucional


Para seu pleno funcionamento, o Centro é composto por um Comitê Executivo, um Comitê Científico e um Conselho Consultivo Internacional.

O Comitê Executivo é constituído por:


  • Diretor(a): ocupada pelo pesquisador responsável pela proposta junto à chamada FAPESP/Natura;
  • Vice-Diretor(a): cuja função será desempenhada pelo responsável pelo Centro junto à empresa Parceira, a Natura;
  • Um Coordenador e um Vice-Coordenador de Educação e Difusão de Conhecimento (EDC);
  • Um Coordenador e um Vice-Coordenador de Transferência de Tecnologia (TT);
  • Três representantes do núcleo dos líderes de Projeto de Pesquisa, sendo: um da USP, um da Unifesp e um do Mackenzie.


Entre as competências deste comitê, estão:


  • Deliberar sobre a Gestão do Centro; - Decidir os focos de atuação e gestão;
  • Supervisionar o cumprimento das atividades de pesquisa;
  • Aprovar o orçamento dos Projetos de Pesquisa que compõem o Centro;
  • Elaborar o Regulamento.


O Comitê Científico é formado pelos líderes de projetos e o Comitê Executivo. Cabe a ele decidir pela tramitação de processos relacionados à:


  • Propriedade intelectual;
  • Colaborar com informações para subsidiar as iniciativas de Transferência de Tecnologia e Educação e Difusão de Conhecimento;
  • Constituir uma instância colaborativa para assuntos científicos e técnicos referentes a todos os projetos do Centro;


Já o Conselho Consultivo Internacional é composto por pesquisadores internacionais renomados, sendo que, no mínimo dois cientistas estrangeiros fazem parte do Conselho. Os nomes são indicados pelo Comitê Científico e aprovados pelo Comitê Executivo. Compete à ele acompanhar o funcionamento do Centro e orientar a equipe quanto a oportunidades de pesquisa, decisões estratégicas e aumento da competitividade internacional da ciência criada pelo Centro.